Fruticultura

01 January 2017
Author :  

EMPRESAS BRASILEIRAS DE FRUTAS BUSCAM RELAÇÕES COMERCIAIS COM A UNIÃO EUROPÉIA, EM DESTAQUE COM A ESPANHA. 

Para ampliar o mercado, mostrar qualidade e segurança da fruticultura brasileira, 11 empresas participaram da Feira Internacional de Frutas e Legumes (Fruit Attaction 2015), em Madri, Espanha.

O Brasil atualmente é o terceiro maior produtor de frutas do mundo, cuja produção consegue suprir quase integralmente o mercado interno. No entanto, as exportações ainda são relativamente pequenas. Em 2014, o faturamento do setor foi de US$ 650 milhões de dólares, tornando o país o 15º no ranking das exportações mundiais de frutas. Como forma de abrir novos mercados aos produtores, mostrar a qualidade e segurança das frutas brasileiras, 11 empresas, e várias entidades brasileiras, entre elas a Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), participaram da Feira Internacional de Frutas e Legumes (Fruit Attraction 2015), que ocorreu no mês de outubro, em Madri, Espanha.

O evento, que é uma das principais feiras internacionais do setor de frutas, contou com a participação de aproximadamente mil companhias produtoras de frutas de 25 países. A Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), principal entidade representante dos exportadores de fruta no país, foi responsável por coordenar a participação das 11 empresas brasileiras, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a CNA. As três entidades assinaram em 2014 uma parceria para a promoção de frutas no mercado externo.

Segundo o assessor técnico da Comissão Nacional de Fruticultura da CNA, Eduardo Brandão, a delegação brasileira tinha o propósito de expandir os negócios com outros mercados, principalmente com o europeu. O assessor acrescentou que foi montada na feira um estande do Brasil, um dos mais visitados no primeiro dia de evento, com a apresentação e degustação de várias frutas comercializadas com a Europa, os Estados Unidos, além de países da África e da Ásia, tais como: melão, mamão e melancia. O embaixador do Brasil na Espanha, Antônio Simões, e o vice-presidente da CNA, José Álvares Vieira, visitaram o local e se reuniram com diretores da Abrafrutas.

No 2º dia de feira, a marca “Frutas do Brasil”, criada pela Abrafrutas

para fortalecer a exportação de frutas frescas brasileiras, foi lançada durante um coquetel. O presidente da Associação, Luiz Roberto Barcelos, comentou a importância do evento: “O solo fértil e nossos aspectos climáticos nos fazem um dos países mais propícios do mundo para fruticultura. Temos frutas doces e saborosas nos 12 meses do ano e esse tipo de evento sempre é uma oportunidade de levarmos esses produtos para cada vez mais mercados”, frisou. Atualmente, os produtores associados da Abrafrutas são responsáveis por aproximadamente 90% das exportações de frutas frescas brasileiras, que chegam a mais de 70 países de todos os continentes, principalmente da Europa.

650 Views
Global Brasil
Login to post comments
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…